quarta-feira, 15 de outubro de 2008

"Somos todos nós seres fundamentais para o equilíbrio do Universo e de tudo que nele abita...Somos um ponto numa linha reta, e o que seria dessa linha sem um desses pontos?Nada mais nada menos do que uma linha quebrada..."

Quando eu disse que hoje é o primeiro dia do resto do nada me referi ao ideal de que vivemos num imenso nada que adora se expandir e a cada dia que passa o infinito se torna mais perto...Mais perto de que?do nada?do tudo?
Vivemos adormecidos num sono profundo chamado de "ignorância". Sono esse que nos prende a sermos o que somos. O pouco que aprendemos não representa nada em relação do que desconhecemos, enfim somos tolos em procurar respostas na nossa mente ingnorante e pequena...
Todos os dias quando acordo cabe-me sempre uma mesma pergunta:"Sou eu feliz?"
e sempre duas respostas: Sim e Não.Isso varia de pessoa pra pessoa, mas o conceito de felicidade é, de certa forma único e comum a todos...Quando me respondo Sim, agradeço a mim mesmo; Consegui uma felicidade, mesmo que passageira...Quando me respondo Não, isso indica que eu sou pequeno e que me apego ao como me sinto, sou fraco...Logo tento mudar pra não estar como a maioria do resto do mundo, infelizes por viverem.

Abra os seus olhos...pois um mundo novo começa a cada
dia que se passa nesse NADA...

Um comentário:

mariana disse...

oi...chisco...olha tô seguindo esse blog...porque o outro eu não gostei!!!
*falando a verdade*

Umas bandas estranhas, e que não gostei...

então...é isso bjbjbjb